Uncategorized

Oficina e workshops dão o tom no V Festival Internacional da Sanfona

O V Festival Internacional da Sanfona já começou e está movimentando a cena musical no Vale do São Francisco. Um dos destaques do evento é a programação formativa que traz a  oficina em sanfona de 120 baixos e os workshops que estão atraindo participantes de vários pontos no país.

Comandada pelo maestro Edglei Miguel, que há alguns anos trabalha com o objetivo de difundir a sanfona através da realização de aulas sobre o instrumento, a oficina de sanfona começou hoje (15) vai até amanhã (16), na sala multi uso do Centro de Cultura João Gilberto, das 09h às 13h.

“Desenvolvo o trabalho de oficinas em todo o país, mas no estado da Bahia tem sido diferenciado, iniciei o trabalho aqui no estado, na edição anterior do festival, e foi a partir daí que surgiram outros festivais, em Salvador, Mucugê e os participantes das oficinas seguiram os eventos participando das oficinas. Então chegar aqui no V Festival Internacional da Sanfona e ver alunos que participaram pela primeira vez de uma aula sobre sanfona aqui e hoje apresentam uma evolução significativa é extremamente gratificante”, destaca o musico responsável pela oficina de sanfona, Edglei Miguel.

Já o primeiro workshop do evento intitulado “Master Class” foi ministrado pelo Italiano Simone Zanchini, considerado atualmente um dos acordeonista mais interessantes e inovadores na cena internacional, que conquistou todos os participantes com o seu carisma e simplicidade. “Considero extremamente interessante poder contribuir de alguma forma com o meu conhecimento para as pessoas. Saio hoje energizado dessa troca de conhecimentos, sempre ouvi falar da energia do povo brasileiro, mas vivenciar isso é algo que vai muito alem, do que as palavras podem descrever”, declara o renomado instrumentista.

  

Para a professora Têba Rocha, que veio do Vale do Capão (BA) para participar do festival e principalmente aproveitar a programação formativa, a oficina em sanfona de 120 baixos representa a profissionalização em um instrumento que embala a sua vida desde os primeiros anos. “Os acordes da sanfona fazem parte da minha vida, a minha região tem muitas festividades regionais e todas elas trazem a sanfona. Sempre quis aprender a tocar o instrumento, venho me dedicando a isso há algum tempo e as oficinas do festival trabalham isso de forma muito didática” disse a professora. O músico Rennan Mendes, conta que participar do workshop do Simone Zanchini foi uma experiência impar. “Bastante enriquecedora a troca de experiência durante o workshop e a energia transmitida por ele foi sem dúvida a melhor parte. O incentivo que ele passa que cada instrumentista deve desenvolver seu estilo próprio e não simplesmente copiar os grandes músicos, é sem duvida um ensinamento que todos que participaram não irão esquecer”  afirma Mendes.

Ao final das atividades, professores e alunos mostraram um pouco do que aprenderam tocando  juntos. A V edição do Festival Internacional da Sanfona, acontece até o próximo sábado, dia 17 de novembro, em Juazeiro-Ba, no Centro de Cultura João Gilberto.

O Festival Internacional da Sanfona é uma realização da Conspiradoria Projetos e Produções e Toca Pra Nós Dois Produções e Eventos Ltda, conta com o apoio financeiro do Governo do Estado da Bahia via Fundo de Cultura, através do Edital de Eventos Calendarizados 2016, e apoio institucional da Convocatória Ocupe Seu Espaço, ambos da Secretaria de Cultura da Bahia.

Leave a Reply